Os piores desenhos que assisti quando era criança

Quando eu era criança meu passatempo preferido era passar 10h diárias na frente de TV consumindo um entretenimento alienante bem quentinho. Essa fase mágica da minha vida me fez nutrir um amor imenso por desenhos animados até hoje.

Dotada de um senso crítico precoce e de uma memória infantil absurdamente boa, sempre me pego relembrando dos programas que assistia e julgando se realmente eram bons ou se o que sinto é apenas nostalgia. Por outro lado, também gosto de olhar pra trás e pensar “nossa aquilo realmente era um lixo, ou eu que não estava preparada para o conteúdo?”

Pensando nisso, separei os PIORES desenhos que eu tive o desprazer de ver na minha infância.

1) Andy e seu esquilo

Em que mundo um personagem com esse cabelo seria gostado por uma alguma criança.

Esse desenho do Cartoon Network me tornou uma pessoa mais amarga com toda a certeza. O senso de humor fraco e besta que parecia ter sido reciclado de desenhos mais bem sucedidos era estressante. Andy e seu esquilo não tinha um personagem se quer legal, todos tinham motivos para serem odiados e desprezados.

A dinâmica dos dois amigos se assemelha muito a de Mac e Blu de Mansão Foster para Amigos Imaginários, uma “parceira improvável que rende situações malucas”, sabe? Com uma diferença. Só um desenho de fato conseguiu fazer as crianças darem a risada. O outro só serviu para gerar o jogo de empilhar bolas de sorvete no site do Cartoon.

2) Johnny Test

os símbolos nas camisetas nãooooooo

Obviamente você conhece o desenho O Laboratório de Dexter. Lembra da personagem Dee Dee? Imagine se ela ganhasse um programa só para ela. Isso é Johnny Test. O secundário irritante e burro que ganhou um desenho próprio para derreter os miolos da audiência.

Com um número absurdo de temporadas para a qualidade duvidosa que tinha, esse programa testava minha paciência constantemente com a mesma premissa chata de “olha como esse garoto arteiro entra em apuros”. Foi aqui que comecei a me questionar: meninos loiros merecem direitos?

Bling Bling Boy você é legal não leia esse texto

3) Mighty B

eu te odeio.

Ok, vamos entrar em um tópico muito sensível. Teve uma época em que os canais infantis mudaram a programação e em um horário da tarde não passava nada que eu gostava. Um dos desenhos que passava nesse horário maldito era Mighty B. A história de uma escoteira obcecada em ganhar medalhas.

Eu nutro um ódio profundo por esse programa. Era ruim, chato, sem graça, irritante, capaz de deixar qualquer um brabo. A Bessie, personagem principal, não tinha mais os dentes de leite da frente então ela sempre falava cuspindo e com barulho de saliva passando pelos buracos desdentados.

Nunca perdoarei a Amy Poehler por ter criado esse show de horrores.

4) Adolepeixes

juro por deus

As séries de desenho da Disney não são conhecidas por serem as melhores. Adolepeixes só comprava essa constatação. Quem em sã consciência pensou na ideia de peixes adolescentes? ADOLEPEIXES.

Os enredos eram bestas tipo: não quero sair feia na foto da turma porque serei famosa um dia, vamos ter que roubar a câmera (eu revi esse episódio para poder escrever). Se você tinha esse desenho como preferido, busque no interior do seu ser o que fez com que você simpatizasse com peixes adolescentes e me conte por favor.

5) O Segredo dos Animais (a série)

the guys she tells you no to worry about

O filme segredo dos animais não é bom. Você pode achar nostálgico, mas definitivamente não é bom. Aí resolveram fazer uma série. Que não é nem nostálgica e nem boa, porque ninguém via.

O famoso boi de teta Ottis ganhou 2 temporadas para aloprar na fazenda em que mora com seus amigos animais. Infelizmente nenhuma delas emula a revolução dos bichos.

Rola uma pontinha do Seth Rogen

6) Fanboy & Chum Chum

trauma.

Deixei o PIOR por último. Essa aberração do mundo dos desenhos veio para surfar na onda da cultura geek. E olha no que deu. Fanboy & Chum Chum é um dos piores desenhos já produzidos em toda a história da indústria.

Além do design pavoroso, os personagens são detestáveis e as histórias mal escritas. Você apenas torce para que caia um meteoro no universo Fanboy & Chum Chum e acabe com a dor de todos os envolvidos.

Crianças tem a tendência a gostar de coisas que irritam adultos. Mas esse programa faz qualquer um furar os tímpanos. Fanboy & Chum Chum seriam expulsos aos berros de qualquer parquinho pra nunca mais voltarem.

Jornalista que ama música, sentimentos e cultura pop.

Jornalista que ama música, sentimentos e cultura pop.